No Rio de Janeiro (RJ) - 08.08.2016

Os cariocas Pedro Solberg e Evandro entram em quadra nesta terça-feira (09.08), pela segunda rodada do torneio masculino do vôlei de praia, em busca da primeira vitória nos Jogos Olímpicos. A parceria encara os canadenses Saxton e Schalk, às 10h, na Arena de Vôlei de Praia, em Copacabana, de olho na recuperação no grupo D.

A parceria brasileira estreou no último domingo (07.08) com derrota por 2 sets a 1 para os cubanos Diaz e Gonzalez. Eles estão empatados com os canadenses, que também perderam na estreia. Os cariocas ainda possuem chances de terminarem em primeiro na chave.

Será apenas a segunda partida de Pedro/Evandro contra Saxton/Schalk. Os brasileiros ganharam o duelo anterior, ocorrido no Major Series de Hamburgo, na Alemanha, em maio deste ano. Após a partida de estreia, Evandro comentou o foco na recuperação.

VEJA O PERFIL DE PEDRO E EVANDRO NO HOTSITE OLÍMPICO

"A torcida passou uma energia incrível, sei que isso vai se repetir contra os canadenses. Sabemos da capacidade da nossa equipe, fizemos um jogo duro na estreia, mas agora vamos nos recuperar. Jogamos bem em situações de pressão", analisou o carioca.

Os canadenses jogam juntos desde 2012 e, assim como Pedro e Evandro, estreiam em uma edição dos Jogos Olímpicos. Eles conquistaram a vaga pelo ranking olímpico, onde terminaram na 16ª posição, garantindo a classificação apenas no último torneio.

Rio 2016
No torneio do vôlei de praia dos Jogos, cada vitória na fase de grupos vale dois pontos, enquanto a derrota rende um ponto. Os primeiros e segundos colocados de cada grupo vão às oitavas de final, assim como os dois melhores terceiros colocados. Os outros quatro terceiros colocados disputam uma rodada chamada ‘lucky loser’, com os vencedores avançando às oitavas, completando as 16 equipes.

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO PRIMEIRO JOGO

O Brasil é o país com mais medalhas no vôlei de praia nos Jogos Olímpicos. Desde Atlanta-1996, ao menos uma medalha é conquistada por edição por nossos representantes. São 11 no total, sendo duas de ouro, seis de prata e três de bronze.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro