CBV - Rio 2016 / Brasil vence o Irã e garante sétimo resultado positivo Confederação Brasileira de Voleibol 



Equipe comandada pelo técnico Renan levou a melhor sobre os iranianos em seu oitavo jogo na competição

De Ufa, na Rússia, Clarissa Laurence – 09.06.2018

A seleção brasileira masculina de vôlei assegurou, neste sábado (09.06), sua sétima vitória na Liga das Nações. O time dirigido pelo técnico Renan enfrentou o Irã e venceu por 3 sets a 2 (25/17, 23/25, 25/19, 21/25 e 15/13), em Ufa, na Rússia, onde disputa a terceira semana da competição. A vitória manteve o Brasil na liderança, agora com 20 pontos, ao lado da Polônia.

A equipe verde e amarela já disputou oito jogos e venceu Sérvia e Alemanha e foi superado pela Itália na primeira etapa, venceu Coreia do Sul, China, Estados Unidos na segunda, e já bateu a Rússia e o Irã nesta terceira semana.

Titular nos dois jogos já realizados na Rússia, o ponteiro Douglas foi o maior pontuador da partida, com 22 acertos (18 de ataque e quatro de bloqueio). Após o duelo, o atacante falou sobre a dificuldade enfrentada pela seleção brasileira neste sábado.

“Foi um jogo muito difícil. Não jogamos tão bem quanto ontem, na vitória sobre a Rússia, mas o importante é que o grupo conseguiu se superar e sair com a vitória sobre o Irã. Sabemos que é preciso recuperar a consistência que vínhamos apresentando ao longo do campeonato, especialmente contra a China, que é mais um jogo complicado”, disse Douglas.

A seleção brasileira volta à quadra neste domingo (10.06) para enfrentar a China, às 8h30, novamente na Ufa Arena, com transmissão ao vivo do SporTV 2.

Outro destaque da vitória sobre o Irã ficou por conta do oposto Wallace, segundo maior pontuador da partida, com 18 acertos, sendo 17 de ataque e um de saque. Os centrais Maurício Souza e Lucão marcaram 11 vezes cada um.

O JOGO

Wallace abriu o placar da partida. No ace de William, 2/0. Com Maurício Souza, o Brasil abriu 4/1. Novamente com o central, desta vez no saque, a equipe brasileira marcou 6/2. Com Wallace, a vantagem se manteve em quatro pontos: 9/5. Os iranianos reduziram a diferença para 9/11 e os brasileiros voltaram a abrir vantagem em 13/9. O adversário pediu tempo. No ponto de saque de Wallace, 15/10. A seleção brasileira ainda aumentou a diferença no marcador e chegou a 21/13. E o Brasil fechou em 25/17.

O segundo set começou mais equilibrado, com as equipes empatadas em 4/4. No erro do adversário, o Brasil fez 8/7 e foi para o primeiro tempo técnico em vantagem. O Irã esteve em vantagem em 9/8. Com Maurício Souza, a seleção brasileira deixou tudo igual em 11/11. O adversário abriu três de vantagem (15/12) e Renan pediu tempo. Os iranianos tiveram dois à frente em 17/15 e depois em 21/19. No bloqueio de Douglas, o Brasil encostou em 20/21 e, na volta do pedido de tempo do Irã, empatou em 21/21. Com mais um bloqueio de Douglas, 22/21. Mas, o Irã buscou no final e venceu por 25/23.

Bem no bloqueio, o Irã abriu 3/1 no início do terceiro set. O adversário seguiu melhor e marcou 6/3. Douglas fez o Brasil encostar no placar: 5/6. No ace de Lucão, o empate em 8/8 e, com Wallace, a virada para 9/8. O Irã empatou (10/10). Douglas colocou o Brasil de novo em vantagem, fazendo 13/12. No ace de Maurício Souza, 16/13 para a seleção brasileira. A liderança do time de Renan se manteve em 18/14. Wallace marcou 20/16. Com Maurício Souza, o Brasil chegou a 24/19 e, no bloqueio, fez 25/19.

O Irã começou melhor e abriu 3/1. No primeiro tempo técnico, os iranianos tinham três de vantagem (8/5). No ace, ainda chegaram a 9/5. O adversário teve o dobro de pontos em 10/5 e Renan pediu tempo. No bloqueio, o Irã chegou a 13/6. Na segunda parada técnica, a vantagem iraniana também era do dobro (16/8). O Brasil reagiu, fez 12/18 e o adversário pediu tempo. Quando Renan viu a seleção iraniana pontuando novamente (20/12) parou o jogo. No bloqueio de Douglas, o Brasil fez 16/21. O Irã fez 23/17 e 24/19. E, no fina, fechou em 25/21.

O set decisivo começou com equilíbrio, com o empate em 1/1 e 2/2. O Irã, então, fez 4/2. Com Wallace no ataque e Maurício Borges no saque, o Brasil deixou tudo igual. O set esteve empatado novamente em 6/6. A seleção brasileira teve dois de vantagem na troca de quadra: 8/6. No bloqueio, os iranianos fizeram 8/8. Wallace marcou 9/8 e, no erro do adversário, o Brasil chegou a 10/8. Lucão marcou 11/8. Ace de Lucão e 13/9. O Irã reagiu e encostou no placar: 12/13. E, depois de muito equilíbrio, o Brasil fechou em 15/13.

EQUIPES

BRASIL – William, Wallace, Maurício Souza, Lucão, Maurício Borges e Douglas. Líbero – Thales

Entraram – Victor C., Alan, Leonardo, Isac, Bruno

Técnico: Renan

IRÃ – Kazemi, Ghaemi, Gholami, Hossein Toukhteh, Sharifi e Saeid Marouflakrani. Líbero – Hazratpourtalatappeh

Entraram – Ebadipour Ghara H., Mirzajanpour M., Shafiei e Taher Vadi

Técnico: Igor Kolakovic

GALERIA DE FOTOS

http://www.volleyball.world/en/men/schedule/8987-iran-brazil/post#mediaGallery

LIGA DAS NAÇÕES MASCULINA

1ª semana:

Kraljevo (Sérvia)

25.05 – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/22, 25/22 e 26/24)

26.05 – Brasil 2 x 3 Itália (25/18, 19/25, 21/25, 26/24 e 8/15)

27.05 – Brasil 3 x 0 Alemanha (26/24, 25/23 e 26/24)

2ª semana:

Goiânia (Brasil)

01.06 – Brasil 3 x 0 Coreia do Sul (25/21, 25/19 e 25/19)

02.06 – Brasil 3 x 0 Japão (26/24, 25/19 e 25/20)

03.06 – Brasil 3 x 2 Estados Unidos (21/25, 20/25, 25/19, 25/20 e 20/18)

3ª semana:

Ufa (Rússia)

08.06 – Brasil 3 x 1 Rússia (25/21, 25/20, 25/27 e 25/18)

09.06 – Brasil 3 x 2 Irã (25/17, 23/25, 25/19, 21/25 e 15/13)

10.06 – Brasil x China – 8h30 – SporTV 2

 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro