Confederação Brasileira de Voleibol


Vôlei de Praia nos Jogos Rio 2016


Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro representarão a sexta edição consecutiva em que o vôlei de praia figura no programa esportivo. O formato permanece o mesmo das edições anteriores, com 24 duplas em cada naipe. O Brasil é o país com mais medalhas, 11 no total, sendo duas de ouro, seis de prata e três de bronze. Os EUA aparecem em seguida, com nove medalhas.

As 24 duplas de cada naipe são divididas em seis grupos com quatro times que se enfrentam entre si pela fase de grupos. Os dois primeiros colocados de cada grupo, além dos dois melhores terceiros colocados, avançam direto às oitavas de final.

Os outros quatro terceiros colocados dos grupos disputam dois jogos da rodada de lucky loser, com os dois vencedores completando a lista de 16 duplas classificadas às oitavas de final. A partir deste ponto, a fase final será conduzida de acordo com o formato de eliminação simples.

As oito equipes vencedoras nas oitavas avançam às quartas de final, e as quatro equipes vencedoras nas quartas de final qualificam-se às semifinais. Os dois vencedores das semifinais jogam em busca da medalha de ouro, e os perdedores disputam o bronze.

O local de competição será a Praia de Copacabana, palco histórico do vôlei de praia, que já recebeu edições do Campeonato Mundial e do Circuito Mundial. A arena de estrutura temporária montada na altura da Avenida Princesa Isabel (Posto 2) terá capacidade para 12 mil espectadores com uma quadra central para jogos, cinco para treinos e duas para aquecimento.

Pedro Solberg e Evandro


Nome: Pedro Salgado Collet Solberg
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Nascimento: 27/03/1986
Altura: 1,94m
Peso: 90kg

Nome: Evandro Gonçalves de Oliveira Junior
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Nascimento: 17/07/1990
Altura: 2,10m
Peso: 100kg

Os cariocas se juntaram e estrearam em setembro de 2014, durante a temporada do Circuito Brasileiro. Pedro vinha atuando momentaneamente com Álvaro Filho, e Evandro, com Vitor Felipe. A nova dupla fez com que ambos se adaptassem a novos elementos em seus estilos. Eles revezam a função de bloqueio, deixando o atleta que vai ao saque livre, marcando o fundo de quadra, sem ter que correr para a rede. Pedro Solberg, que sempre foi bloqueador, passou a atuar também como defensor. Até mesmo Evandro, um dos atletas mais altos do Circuito, é frequentemente visto no fundo da quadra.

Filho e irmão de atletas do voleibol, Pedro Solberg iniciou no esporte desde cedo, sempre batendo bola com as irmãs Maria Clara e Carolina, e a mãe Isabel. Criado em Ipanema, no Rio de Janeiro, Pedro naturalmente se adaptou à praia e conseguiu ser campeão mundial nas categorias de bases em três ocasiões (Sub-18, em 2002, e Sub-21, em 2003 e 2006). Aos 22 anos, também foi o mais jovem atleta a vencer o Circuito Mundial, em 2008, ao lado de Harley.

Evandro começou no vôlei de quadra e depois de passagens pelo Tijuca Tênis Clube, Fluminense e Banespa, o gigante de 2,10m aportou nas areias em 2009. O atleta coleciona prêmios individuais como melhor saque dos Circuitos Brasileiro e Mundial nas três últimas temporadas. O carioca criado em Madureira é fã de outros esportes, em especial o futebol e o Flamengo, além de samba e pagode. Ele e o parceiro moram no mesmo edifício, em Ipanema.

A dupla conseguiu o primeiro título na temporada 2014/2015, na etapa de Fortaleza, em janeiro de 2015. O troféu deu início a uma ótima sequência que culminou com a classificação para a Rio 2016, primeira vez de ambos no torneio olímpico, confirmada em setembro do mesmo ano. Também subiram ao pódio no Campeonato Mundial de 2015, na Holanda, quando ficaram com a medalha de bronze.

Principais conquistas da dupla:
» Campeões do Major Series de Gstaad (SUI) do Circuito Mundial 2016
» Bronze no Campeonato Mundial de 2015 (Holanda)
» Campeões da etapa de Stavanger (NOR) do Circuito Mundial 2015
» Campeões do desafio Melhores do Mundo BRA x EUA 2015
» Campeões da etapa de Goiânia (GO) do Circuito Brasileiro 2015/2016
» Campeões das etapas de Fortaleza (CE) e de Jaboatão dos Guararapes (PE) do Circuito Brasileiro 2014/2015